Navegando em Tag

texto de final de ano

CRÔNICAS, VIDA

> Não espere por 2018!

26/12/2017

A vida é um ciclo. Não só em questão de seguirmos 12 meses, 365 dias, 7 dias na semana e 2 finais de semana. Mas por sermos feitos de fases, momentos e crises.

Então, chega o último mês do ano e todos começam a passar pela mesma fase onde a nostalgia e os sonhos começam a virar rotina. A gente acorda lembrando do que viveu no começo do ano e dorme pensando no que podemos realizar da nossa lista do ano que vem.

Já em 2017 eu não fiz lista nenhuma. Tinha algumas ideias e metas na cabeça, mas coloquei um único objetivo no meu ano: não viver em vão. Se existe algo que 2016 me ensinou é que precisamos entender que não somos imortais. A gente esquece disso e vivemos muitos dias sem agradecer se quer por termos acordado ou termos saúde. Eu não queria mais viver assim.

Quando a gente pensa que devemos todos os dias viver todo dia com propósito ou sermos gratos, imaginamos que precisamos ser felizes ou que coisas boas aconteçam o tempo inteiro. Enquanto é justamente o contrário. Vivi momentos duros e dificílimos em 2017 em que era impossível agradecer, mas vivi. Vivi sabendo que precisava viver tudo aquilo. Este ano eu reclamei menos e deixei a vida ser mais ela também.

Somos feitos de ciclos e fases, metas e sonhos, mas não espere o ano acabar para começar a realizá-las. Comece hoje. Agora, com o que tem ao seu alcance. Comece. Seja grato e comemore toda e qualquer micro conquista. Aceite seus momentos e seja gentil com você mesmo. Não espere o ano virar para fazer tudo isso.

2017 me ensinou que cada dia somos presenteados de alguma forma. Precisamos querer ver e ter paciência. Alguns dias são mais fáceis, outros conseguiremos agradecer um tempo depois, alguns nos farão sofrer, mas farão brotar o nosso melhor sorriso se prosseguirmos.

Não espere 2017 acabar para começar os seus sonhos. Não espere 2018 para se sentir livre.

Ame agora. Abrace agora. Peça perdão, exercite, agradeça, organize, doe, escreva, cuide, adote, trabalhe, mude e descanse. Curta tudo que está acontecendo na sua vida agora. Faça uma lista do que você pode agradecer a vida e se dê por satisfeito. Isso não é se acomodar, é viver o presente. Isso é não sentir falta de nada, mesmo não tendo tudo.