Navegando em Tag

momentos bons

CRÔNICAS, VIDA

> Nada é por acaso

27/11/2017

“Nada é por acaso” é uma das frases que eu escutava quando era mais nova e achava que era a maior lorota de todas. Mas, não.. e nem sempre.

A gente cresce escutando mil e um conselhos dos nossos pais, avós, tios e amigos. Alguns mais pessoais, outros genéricos e o mais clássico de todos quando algo de ruim ou difícil de entender acontece na vida, “não se preocupa, nada é por acaso”. Confesso que eu achava que essa era só mais uma resposta rápida e decorada quando nos faltam palavras para consolar e queremos demonstrar cuidado e respeito por alguém. Afinal, olhar para um momento duro da vida e pensar que aquilo aconteceu por algum motivo, não é fácil de aceitar.

Outra coisa é que  a bendita frase “nada é por acaso”, soa um pouco mística também. Como se tivéssemos o nosso destino traçado para viver e, independente se você acredita nisso ou não, não vou me prolongar pois prefiro acreditar que o tal do acaso não é bem neste sentido. Muitas vezes oferecemos um conselho em momentos difíceis já com a ideia de que algo bom precisa acontecer em troca. Como se a vida estivesse sempre compensando os momentos ruins com os bons. E não é bem assim. Precisamos viver tudo isso.

Hoje, eu acredito que o “nada é por acaso” é um dos mais sinceros e verdadeiros clichês. Ele não implica que algo bom precisa vir a seguir e não sugere que a gente exclua aquela fase da nossa vida. É mais como um “isso aconteceu porque você tinha algo para aprender, superar e crescer sobre isso” e bola pra frente.

Passei por muitos momentos em que ouvi esta frase e eu balançava a cabeça, erguia a sobrancelha e dava um sorriso sem dente, por não fazerem ideia do perrengue que eu estava passando. Alguns anos atrás o meu escudo caiu e eu compreendi que esse era além de um conselho clichê, uma grande verdade. Tudo acontece na vida para que, de alguma forma, a gente se conheça e aprenda sobre ser, cada vez mais. Geralmente nos momentos bons é de maneira mais enrustida, pois estamos um pouquinho ocupados curtindo. Já nos ruins basta uma pequena reflexão para que cheguemos a tal da conclusão de que “nada é por acaso”. Tudo aquilo precisava ser vivido para seguirmos nosso rumo.

Seja o acaso uma pessoa, trabalho, momento, fase, crise ou descoberta, sempre há algo que precisávamos levar com a gente. Isso não é de hoje. Afinal, clichê são clichês por um motivo. Não é mesmo?

Nada é por acaso. Viva intensamente cada dia que te foi dado para viver.