Navegando em Tag

minas

Por aí, VÍDEOS

> #NNVVIAJA: SP até Minas –dia 4

06/10/2017

No nosso quarto dia de viagem fomos em direção a São João del Rei um município do Sudoeste de MG. Foi um caminho lindo, como todos e com um pouquinho menos de curvas tão acentuadas, hahaha. Pegamos um lindo por do sol e chegamos no início da noite. Ficamos no Solara Hotel que é muito conhecido. Justo, né? Ele é lindo e uma gracinha! Sério, não tem como não se apaixonar pelas cores e decoração dos ambientes. Foi tempo de esticar um pouco as pernas, tomar um banho, jantar e cair na cama. Caminhamos e chegamos em uma região com alguns restaurantes e gostamos muito do Dedo de Moça, pois tinham opções bem diversificadas, como até mesmo 2 pratos exclusivos vegetariano/vegano. Há. Foi uma noite em família bem gostosa 🙂

Dia seguinte acordamos bem devagar, fizemos o checkout e fomos passear no centro histórico. No hotel mesmo conseguimos um mapa bem bacana de toda a região. No centro é tudo bem perto uma coisa da outra e as subidas não são tão castigadas (acredite, em ouro preto ficará ‘pior’). Cada canto você encontra um ateliê, lojas de lembranças, relíquias e um circuito de igrejas que você precisará de um dia todo ou fazer um pequena seleção, como nós fizemos. Acabamos parando na Taberna d’Omar, lugar onde o pessoal do hotel nos recomendou para jantar mas já estava fechado na noite anterior. Devo dizer que comi um dos melhores cookies da vida lá e meu sogro apaixonou no pão de queijo! Uma ótima parada para o café da manhã ou uma pausa no passeio. Passamos pelo teatro, igreja do carmo, igreja de santo antônio e a rua das casas tortas.

Nossa ideia era sair de lá para almoçar em Tiradentes, mas antes paramos na Sorveteria do Amado que muuuita gente recomendou. É um cantinho super querido e familiar, com sorvetes caseiros e o preço super gente como a gente. Por volta da 13:30 partimos e o caminho foi super rápido. Chegamos e escolhemos um self-service, assim cada um poderia escolher o que queria e fomos passear. Tiradentes é um município do estados de Minas gerais que reúne um forte movimento artístico, artesanal e com a segunda maior igreja em ouro do Brasil. As ruas de paralelepípedo, cores, loja de doces locais e restaurantes mineiras são incríveis. Caminhamos por meio de tudo e seguimos em direção a Igreja de santo antônio. Os pais do Fabinho entraram para ver, nós ficamos ali do lado de fora observando toda aquela imensidão verde. Descemos e continuamos a viagem rumo à Ouro Preto. Dessa vez estava mais perto 🙂

VEJA O VLOG DESTE DIA

Por aí, VÍDEOS

> #NNVVIAJA: SP até Minas –dia 3

02/10/2017

No nosso terceiro dia de viagem saímos de Itajubá e seguimos em direção a Maria da fé. O caminho da viagem é lindo: verde para todo lado e demos a sorte de um céu azul de pintura em todos os dias com um ventinho gelado no final do dia. O que deixou a viagem toda ainda mais gostosa! Tudo é bem pertinho, então não dá tempo de cansar.

Lá descobrimos mais um pouquinho da família do meu sogro e depois resolvemos almoçar por ali mesmo. Restaurante com comida caseira, simples e com preço justo. Comemos super bem. Saímos de lá em direção a São Lourenço, uma cidade bem turística e com diversos pontos para passeio. Na verdade, paramos para todos irem ao banheiros e acabamos ficando por alguns minutinhos no centro.

Seguimos viagem, mas aí é história para outro dia… 🙂

VEJA O VLOG DESTE DIA

Por aí, VÍDEOS

> #NNVVIAJA: SP até Minas –Dia 2

20/09/2017

Nosso dia 2 começou cedo, aproveitando para fazer uma corridinha no Banhado, uma calçadão bem famoso em São José. Vimos um sol mágico, com um luz dourada linda. Foi incrível! Tomamos café no hotel e partimos em direção a Monteiro Lobato.

  • PRIMEIRA PARADA: MONTEIRO LOBATO

Como comentei com vocês no dia 1 da viagem, nós estávamos total pela família e momentos juntos. Não pensamos em pesquisar muito sobre os lugares. Mas vale contar que o município de Monteiro Lobato foi fundado em 1880 por tropeiros e imigrantes italianos. O escritor José Bento Monteiro Lobato contava sobre o contato com a natureza que aconteceu na Fazenda São José do Buquira, hoje conhecido como Sítio do Picapau Amarelo. Ele permaneceu de 1911 a 1917 
almoço do compadre. Fez parte da minha infância. Ficamos pouco tempo só para esticar as pernas, tomar uma água, ver o centro e partimos para almoçar no restaurante Do Compadre. Vale dizer que se um mineiro diz que 1 prato serve para 2 pessoas, na verdade ele serve para 4! hahaha sério, é muita comida!

  • SEGUNDA PARADA: BRASÓPOLIS

Em Brasópolis passamos para entregar uma lembrança de família do meu sogro. Curtimos a praça, tomamos sorvete de massa e sentamos por lá. Depois seguimos mais um pouco a viagem em direção a um lugar turístico e que muita gente não vê a hora de chegar na viagem: pé de moleque, hahahah.

  • TERCEIRA PARADA: PIRANGUINHO PÉ DE MOLEQUE DA BARRACA VERMELHA

Fomos a viagem toda seguindo o carro do meu sogro, quando vimos eles encostaram em uma parte da estrada, onde tinha mais uma fila de carros: O que aconteceu? Quando entendi, nos lembramos que um tempo atrás paramos naquela barraca, mas ela era muito mais simples. Desta vez estava quase um shopping, hahaha. Eu estava muito cheia, por isso nem comi nada naquela hora, mas dizem que o pé de moleque da barraca vermelha é o mais tradicional, produzido desde 1936. Comprei uma caixa para os meus pais e seguimos viagem com Fábio e Fernando comendo todos os tipos de doces com amendoim que você pode imaginar. Ah! o preço é super justo 🙂

  • QUARTA PARADA: ITAJUBÁ

Mais um tempinho depois paramos em Itajubá, um município de Minas com 90 mil habitantes. Ficamos no Hotel bramig, que era bem espaçoso, simples e confortável. Além de ter um banheiro grande para um único detalhe que tivemos na viagem, hahahah e vocês verão no próximo vlog 😉

Esse foi o nosso segundo dia de viagem! O clima estava super gostoso e pudermos rir muito em família. Nosso maior propósito 🙂

PARA VER MAIS DESTE DIA ASSISTA NOSSO VLOG