Navegando em Tag

isa ribeiro tour

FAÇA VOCÊ MESMO (DIY), Faço & refaço

> TOUR NA CASA 1: O primeiro andar da casa

28/09/2016

O primeiro andar da casa já existia. Era grande e ao mesmo tempo vazio. Não dizia nada. Uma coluna no meio e uma mureta bem inconveniente que sempre deixava molhar tudo quando chovia. Antes da reforma passamos muitos apuros ali. Chovia, chovia e a gente com fome, dormindo no quarto da frente, com preguiça de se molhar inteiro para pegar uma bisnaguinha na cozinha – que ficava na casa do lado de fora. Molha pé, Lucy ensopada, cabelo cagado, vamos preparar o que comer. Ainda com toda essa muvuca recebíamos amigos direto ali. Comíamos no pallet que a antiga moradora deixou por lá e inventamos de mesa, tocos de madeira como cadeiras e até fogueira no piso de concreto.

img_1110-2 img_1111-3 img_1117-7

O mais engraçado foi que nossos amigos se sentiam em casa mesmo naquele fuzuê e até comentei “será que eles vão gostar tanto assim dela reformada?”

Quando a reforma começou era pó, quebra daqui, dali, tira isso, concreta aquilo. ZONA. Até que 8 meses depois nasceu a nossa casinha.

Escolhemos um piso frio por ser mais prático e que imita cimento queimado que somos fãs. Paredes claras para rebater a luz que invade a casa com as portas de vidro. Tubulação aparente para facilitar e ainda decorar o lugar, alguns quadros, cadeiras antigas e muitas plantas. Foi assim. Não tínhamos prateleiras na despensa, armário na cozinha, gabinete, tapete, sofá. Agradecia, eu tinha um teto pra morar.

img_1112-4img_1118-8 img_1119-9O tempo foi passando e nós nos organizando. Primeiro resolvemos o gabinete, depois as prateleiras. As comidas já tinham onde ficar e organizar. Depois fui recheando o lugar e compartilhando tudo com vocês aqui no blog :). Foi a vez dos banquinhos, suporte para vasos, quadros, bastidor bordado. Por fim, nosso armário que ia pro lixo, o móvel que fiz sozinha e nossos vasos de concreto.

A lavanderia e despensa ficam pertinho no mesmo andar. Íamos fechar com uma porta, mas acredito que assim fica bem mais convidativo. É fácil de colocar o varal, difícil de alcançar algumas coisas com esse tamanho maravilhoso que tenho. Faz parte. A gente se vira 🙂

img_1121-11

Casa é uma coisa engraçada. No fundo a gente sabe que a felicidade de ter o nosso cantinho é manter tudo o que amamos o mais próximo possível. O que nos inspira, alegra e muda o nosso dia. É o nosso universo, nosso mundo em um lugar.

Meu espaço preferido é a área aberta da cozinha, com aquela luz da manhã e a sombra das folhagens da árvore. Bate vento e voam folhas por todo lado na sala. A mesa grande onde cabem os amigos bem a vontade, a cachorrada corre, o sofá que suporta todo mundo bem juntinhos. Cozinhar é divertido. Ficamos próximos, conversando, cantando, rindo, bebendo. Nosso plano deu certo. Montar um lugar em que todos entrassem e tirassem os sapatos, sentassem onde fosse possível, comessem e bebessem. Já era assim antes de ser reforma. Agora tem a nossa cara, nosso suor e as nossas digitais. Ganhamos além de um teto, um lugar onde dividimos a vida e compartilhamos amor.

Felicidade, define.

| Parceiros e Links de produtos do primeiro andar : SOFÁ CINZAPANOS DE PRATOTÁBUA BREAKING BADMOLDURAS E QUADROSCACHEPÔ DE VASOILUSTRAÇÕESPRATO PERSONALIZADODIY VASOS DE CONCRETOTAPETE ESTEIRA |

 

FAÇA VOCÊ MESMO (DIY)

> Antes da reforma: Como a nossa casa era

26/09/2016

Acho que muita gente nova apareceu neste cantinho desde que começamos a reformar, não é? Confesso também que, para quem tem blog e é fotógrafa, não tiro tantas fotos como deveria – eu acho. Temos poucos registros da mudanças e tudo o mais. Foi tudo tão intenso e ao mesmo tempo rápido. Mas, enfim. Foi como tinha que ser. 🙂

Para quem não viu como era a nossa edícula antes de reformar, separei algumas fotos. Ela era aberta e ainda não tinha o andar de cima ainda.

img_2002 img_2003 img_2004

Ignorem o Barba agachadão ali, ok? HAHA

Quando visitamos esta casa pela primeira vez já adoramos a disposição, pois era exatamente como imaginávamos. Uma área na frente e um espaço no fundo em que poderíamos construir para morar. Em casas antigas é bem comum ter essa divisão casa+edícula. Lugar separado para caseiros, quartinho para quem trabalha na casa ou para enfiar o filho rebelde na adolescência, haha. A gente, resolveu separar para morar e deixar a parte da frente e que é maior para trabalho.

Foi difícil encontrar um lugar com a metragem que precisaríamos, afinal não era só um estúdio, mas o meu, o do Barba e um lugar para morar. Depois de muita procura trombamos com esta casa que é muito antiga e foi um achado. Como já contávamos com a reforma por conta dos estúdios, não faria tanta diferença ela estar nova ou não. Resumo da ópera: casa antiga, mais em conta, tinha espaço e fechou. Vendemos o apartamento e nos mudamos para ela. Alguns meses (me arrisco dizer que foram 4) depois começamos a reformar a edícula.

Demorou! Foram meses e meses de muitos imprevistos que vocês podem ver ou relembrar alguns aqui. A maioria não posso nem citar, mas quem já construiu e reformou, ainda mais em terreno antigo, sabe como é. Foi cansativo DEMAIS. Nunca imaginei que fosse ser tanto. Talvez por morarmos e trabalharmos no mesmo lugar que toda bagunça aconteceu, tinhamos que lidar com tudo ao mesmo tempo, sempre com urgência pra resolver. Mas valeu a pena!

Agora com o tour vocês podem imaginar um pouco melhor como foi toda essa mudança. Aqui também existem muitas fotos. Insisto em bater na tecla de que, quem faz um lar é o nosso coração. Espero que possamos ir nos conhecendo mais pelo canal 🙂 infelizmente, ou melhor, felizmente, não dá para fazer um tour em alguém, heheh. Precisamos de tempo e paciência. <3

Esta semana vai ser todinha casa, decoração e histórias aqui e no blog! Espero que gostem 🙂