Navegando em Tag

descomplicar a vida

AMOR, Observando

> Relacionamento é complicado, mas só existe para descomplicar

08/05/2015

“Relacionamento é uma coisa complicada”, é a frase que a gente mais diz quando alguém ou a gente mesmo começa um. E ó, é complicado mesmo.

Não esteja com alguém se não for para ser o seu melhor e arrancar o melhor que a outra pessoa pode ser. Relacionamento é para se evoluir lado a lado. É cuidar da casa e de tudo quando o outro fica doente, segurar a bronca das contas quando o mês do outro foi ruim e assistir a um filme de terror de vez em quando, só pela companhia. Aliás, se relacionar é isso: o prazer da pura companhia e nada mais.

Sentar na sala o dia todo, jogando conversa fora e vendo besteirol na televisão. É jantar no quintal só para mudar um pouquinho, quando a fase não está das melhores e não está fácil bancar um bistrô. Estar cada um com o seu trabalho extra no final de semana, mas dividindo um sofá apertado, só para ter o outro por perto. Relacionamento é não precisar de muito e ter tudo: uma boa companhia para qualquer hora, chorar ou rir – ou chorar de rir.

É saber que fora todo esse conforto existe um mundo imenso além de vocês, repleto de amigos e bons momentos para se viver com novas pessoas e lugares. Relacionamento é quando seus amigos não diminuem, mas viram dele também e os dele os teus: o mundo se torna ainda maior, melhor e com mais histórias.

Ter a delicadeza de reparar quando um não está se sentindo bem consigo mesmo e deixá- lo dormir em paz ou levá- lo para umas comprinhas e passar um café. É lembrar de comprar o iogurte que o outro gosta quando se está no mercado, dividir as dores de um momento ruim do dia em um monossilábico e-mail e saber quando é hora de ser amante ou ser amigo. Se relacionar é ser cúmplice.

É ter a melhor pessoa para se levar para qualquer lugar, mas naturalmente ter o seu momento de sair sozinho ou onde bem quiser. Saber se no café dele vai açúcar ou adoçante, fazer apostas idiotas e aprender a rir juntos quando a máquina de lavar não centrifugar. Relacionamento precisa ser divertido – e com tesão. Se relacionar não é ser um, mas sim, dois: mais inteiros, mais vivos e mais fortes.

Relacionamento é complicado, mas o seu único objetivo é o de descomplicar a vida de ambos os lados. O que se pode querer mais? A gente se relaciona para descomplicar, pois de complicações já basta as que a vida nos dá.

foto por: the time we have