Navegando em Tag

blog de família

Pedaços+Momentos

> Pedacos + Momentos: Mesma coisa de sempre só que diferente

04/04/2017

Nunca escondi de vocês como a nossa vida é normal e muitas das vezes não tem nada de diferente ou “demais”. Seguimos com o que temos e fazendo o que precisa ser feito no dia, com algumas firulas de felicidade e doses de amor – já sabem quem são os maiores responsáveis por isso, né? Então. Apesar de valorizarmos muito esses momentos juntos, ultimamente até que temos muitas coisas diferentes para contar.

Uma delas é que finalmente a pós deste ser barbudo está chegando ao fim e agora é fase dele ler, ler, ler e ler. Depois será escrever, escrever, escrever e escrever. É engraçado pensar que ele me conheceu um pouco depois que sai do colégio, trabalhando em uma empresa de social, me viu entrar na faculdade, me formar e transformar de área. E eu acompanhei muitos dos processos dele. Finalmente essa fase está chegando ao fim.


Aqui em SP está um clima delícia. Finalmente chegou a minha estação preferida para bebericar um bom vinho. Nesse link do vinho site, você pode conferir uma lista com diferentes opções de vinhos bons e baratos. Acho muito bacana para testar novos sabores.

Quem me segue nos instagram viu que fui com a família toda para a Villa Ártemis, um cantinho especial com pessoas lindas de coração. Sempre renovo minha fé e esperança no mundo quando vamos pra lá.


Também compramos uma go pro para nós, para servir como mais uma opção de câmera nos nossos vlogs. Espero que gostem do resultado que faremos com carinho 🙂

Estamos ajustando os últimos detalhes da viagem. Finalmente! Eu AMO planejar roteiros de viagem, Fabinho já é mais de boa e do tipo aventureiro, haha. Então, eu piro montando mapas, opções e tudo o mais. Não vejo a hora de compartilhar tudo com vocês 🙂

Agora estamos na última semana para a maratona. É engraçado pensar que ficamos tanto tempo nos preparando para isso. É engraçado não, é emocionante. Foi um processo “doloroso” e cansativo, mas que tenho certeza que precisei passar por algum motivo, não só pelo fator esportivo. Semana que vem contarei finalmente para vocês do dia!

Antigamente eu acharia ruim as coisas serem rotineiras, hoje eu acho normal. Aprendemos a enxergar graça em cada detalhe do dia que pode deixar tudo mais especial, apenas por estarmos vivos e com pessoas de bom coração.

Agradeço.

AdoCão, Pedaços+Momentos

> Nosso Porto Seguro

20/03/2017

É engraçado… Parece que quanto mais corrida a vida está aqui em casa, mais tempo tentamos arranjar para ficar perto deles.

Acordo, abro a porta do quarto e sentados estão dois rabinhos felizes me esperando. O despertador na maioria dos dias não toca, mas eles parecem adivinhar a hora que vou levantar. Me acompanham pela escada até a cafeteira. Abro a porta para eles saírem feito doidos no quintal. Sento no escritório e no chão, está um ou outro, ou os dois. Depende. Eles se revezam ou querem mesmo é ficar perto um do outro.

Entre a hora de aquecer o almoço, estamos com eles. Abraça um, abraça o outro e troca. Rimos de uma brincadeira, trejeito, preguiça, mania, acerola nas patas e brigamos para esperarem fora enquanto passamos uma vassoura para tirar os pêlos do chão da sala. Começa a esfriar um pouco e já é motivo para deitarmos o sábado no sofá, fazer alguma receita com abóbora e a desculpa para uma taça de vinho sem motivos especiais.

 

Especial é uma palavra complicada, pois ligamos sua definição automaticamente com algo extraordinário, mas a rotina, nem sempre é. Ou melhor. Viver é extraordinário. Isso implica diretamente em dias em que seguimos o fluxo do que precisa ser feito. São dias assim que pensamos o quanto somos abençoados por chegar em casa e ter um cantinho para esticar as pernas, um chuveiro quentinho e alguma história do trabalho ou de um amigo pra contar. Cada dia é um dia em que precisamos agradecer por viver. Esse é a melhor razão para brindar de segunda a domingo.

Grande parte disso é culpa deles, é claro, Lucy e Ringo. Responsáveis por nos mostrar que não precisamos de muito, não devemos nos importar tanto, não temos que ter tudo sempre perfeito e impecável, quando o que mais importa é saber que temos onde aliviar a vida e aquecer o coração. Um colo de mãe, conversa com pai, café com um amigo, dividir um sofá com 4 na casa. Um porto seguro: dentro e fora de nós.

Fotografia

> Antes das flores, vem a chuva

08/11/2016

Os dias de primavera estão super chuvosos aqui em SP. Diferente da primavera que a gente imagina com aquele sol e tons amarelados, está tudo bem cinza. Eu sigo aproveitando ao máximo esse ventinho fresco que ainda resta antes do verão vir e dar aquela castigada. Já fiz creme de abóbora da despedida do friozinho umas três vezes e a chuva continua intensa por aqui. Ainda bem. A natureza é sábia. Para vir as flores, lindas, coloridas e fortes: vem antes a chuva.

Processed with VSCO with a5 presetProcessed with VSCO with a5 presetProcessed with VSCO with a5 presetA bagunça aqui é grande. A cachorrada fica mais ansiosa e a casa? suja mais rápido. É limpa pata, seca os pêlos e varre o chão toda hora. Ninguém quer ficar cheirando cachorro molhado. Saio para correr, volto ensopada, pegadas de barro por todo lado, folhas molhadas no quintal. Não dá para reclamar, de nada adianta. Só quando acaba a luz, aí… É ruim – ou também não.

Processed with VSCO with a5 presetProcessed with VSCO with a5 presetO clima de final de ano já vem tomando conta. Começamos a planejar as ideias para o ano que vem e a dar aquela espiada nas passagens de avião. Tadinho de Novembro, quase não existe, é só um salto para o ano acabar.

Processed with VSCO with a5 preset

E nós, continuamos por aqui, unidos, em qualquer clima que as estações inventarem para vir.

Que seja flor – quando tiver que ser!

AdoCão

> Tudo o que eu queria dizer para o meu cachorro

12/07/2016

Lucy e Ringo,

Talvez vocês não façam ideia, mas vocês me fazem muito bem. Eu falo isso o tempo inteiro para vocês, mesmo sem me questionar se me entendem: sei que entendem. Também sei que nós não somos dos mais ricos para dar da melhor marca de ração, o melhor brinquedo, a roupa mais fofa ou a maior cama. Sorte a minha que ao conviver com vocês, pude perceber que vocês valorizam o que importa. Por isso, nunca neguei o meu tempo para vocês.

Vocês devem pensar que aqui em casa somos loucos, correndo para lá e para cá. Trabalhando e querendo resolver a vida da melhor maneira possível, enquanto vocês querem, por que querem brincar. Vocês são a alma da casa, o que me faz sempre lembrar que o jeito de criança, nunca pode se apagar.

Vou aproveitar pra mencionar que às vezes a gente senta no chão, apenas por sentar e, pra vocês, é o melhor evento do dia. Hora de rolar e lamber. Quando estamos no sofá e eu levanto para pegar um copo de água, eu aviso, “não levanta, eu só vou até ali”, e vocês me seguem. É sério, não precisa desacomodar. Melhor ainda é entrar e sair de casa por 1 segundo e a recepção ser a mesma de 1 ano fora. De saudade, vocês entendem bem. Isso, não precisa mudar.

Saibam que quando saio para passear e vocês ficam em casa, não costuma ser fácil. Imagino vocês sentados como meus amigos. Imagino o tempo todo o que nos diriam, se pudessem falar. Principalmente nos momentos difíceis, alguns conselhos tenho certeza que cairiam bem, mas o olhar consola como ninguém. Admiro a pureza de não precisar de palavras para demonstrar o amor de forma incondicional. A verdade é que eu precisava da simplicidade de vocês. Da maneira feliz de ver a vida, apenas por ser vivida.

Algumas vezes eu fico perdida. É pata pra desviar, rabo batendo na canela, 21kg sentado em cima de mim no sofá, mas estou bem. Tenho vocês comigo. Se tem vocês, está tudo certo. É verdade.

Vocês podem não perceber o quanto, mas eu gostaria de dizer mesmo que vocês não entendam, o quanto, mas o quanto e quando vocês me fazem bem. Quanto!

Pedaços+Momentos

> Pedaços + Momentos: Final de 2015

21/12/2015

Por aqui as coisas andam um pouco mais corridas e ao mesmo tempo mais calmas que o normal. Consegui depois de muitas madrugadas e manhãs voando adiantar trabalho e manter tudo em ordem pelos 10 dias que terei de férias. Nessas horas, sinto saudades de uma carteira assinada, fechar a porta do escritório e feliz ano novo. Nosso trabalho nos persegue 24 horas: Ainda bem que o amamos. Aqui em casa, o tempo parece que nos respeita e para – literalmente. Olha o nosso calendário. O tempo voou, tanto que mal conseguimos arrancar as páginas. Ao menos, conseguir parar e fazer exames médicos, tomei um belo susto e depois descobri que estava tudo bem. Mudamos um pouco nossa parede, mas ainda precisamos pregar muitos quadros pela casa da Parederia. Quem acompanhou o meu drama com o manjericão pelo snapchat, agora ele está grande, forte e sem bichos. Não fiz nada, acredito que foi algo da natureza mesmo. Assim como as pragas vieram, um dia, foram embora. E tudo ficou bem. A vida tem dessas, né? Lucy anda mais na dela e sentindo falta do Barbinha que está com alguns trabalhos fora. Ringo, em compensação, nunca me deixa. Sinto que, de alguma forma, todos nós estamos nos reciclando e nos preparando para passar o ano mais leves possíveis. A única coisa certa é que não vemos a hora de dar check em todas pendências e ficarmos amassados no nosso velho sofá. Se eu posso desejar algo para 2016 é isso: Sofá cheio para o coração transbordar. O resto a gente cria asas, voa e corre atrás.

IMG_1742-1 IMG_1740-1 IMG_1741-1 IMG_1698-1 IMG_1715-1 IMG_1704-1

Pedaços+Momentos, VIDA

> Pedaços + Momentos: Reflorescendo e o Certo que deu errado

03/11/2015

Faz tempo que não posto nesta categoria! A vida anda uma loucura e traz a sensação de que temos poucas novidades para contar e nada para fotografar fora agendas rabiscadas. Na verdade, muita coisa tem mudado por aqui – de dentro para fora. Muitos planos a longo prazo, sonhos, plantando com carinho e a maturidade que só o tempo nos dá como presente. Alguns cantinhos plantados não florescem, quanto outros que não havíamos plantado, brotam. A natureza é algo assim, impressionante e imprevisível: o equilíbrio perfeito. Ringo tem fuçado menos nos vasos, mas o pé de mexerica recém plantado continua fechadinho para não ser atacado. A acerola brotando tanto que não sabemos sequer o que fazer com tantas, enquanto eu respiro privilegiada por ter esse pedaço verde com a gente. Alguns cochilos quando a madrugada é intensa de trabalho, minha indignação com as roupas dele fora do armário e o faça você mesmo de vaso de concreto que segui a risca cada passo e, deu errado, mas uma hora vai dar certo – e claro, conto pra vocês. A vida é isso: um misto de erros que precisamos aprender.

E por aí, como anda a vida?

IMG_0905-10 IMG_0907-11 IMG_0909-12 IMG_0914-15 IMG_0916-16  IMG_0955-31

Fotografia, Iphone

> Tirei e não postei: #InstagramDoBarba II

15/06/2015

Fazia tempo que eu não postava por aqui fotos de celular. Desta vez, escolhi trazer novamente as do celular do barba, pelo simples motivo de que o instagram do @melhordiadanossavida é basicamente de fotos dele. Fabinho é bem mais rápido que eu no click e registra muito os cachorros no nosso dia a dia. 
Então, aí vão algumas fotos desses dois praguinhas e dorminhocos de inverno, que derretem nosso coração nesse amor de irmão sem fim. Pode isso? .1-2 3-4 2-3

Para me acompanhar tô sempre no instagram , de besteirol no snapchat: ribeiro.isadora ou falando feito matraca no youtube.com/nanossavida 🙂

Muita correria, tô enlouquecendo e com novidades muito legais. E espero que por aí, tudo também esteja bem! Beijo e uma semana linda para vocês!