Categoria

Faço & refaço

FAÇA VOCÊ MESMO (DIY), Faço & refaço, VÍDEOS

> Faço & Refaço: Suporte rústico para coleira

02/03/2015

IMG_4301-18

Eita, gente! É só aqui em casa que a coleira da D. Lucynha ficava jogada pra lá e pra cá sem ter onde pendurar? Acredito que não. Então com uma sobrinha de madeira, tinta, gancho e uma pata você consegue montar um suporte bem simplezinho e a cara, digo, a pata do seu bichinho 🙂 Vê aí!

Espero que seja útil ou que inspire ideias para um suporte para o bichinho de vocês 🙂

Ps1: agora só falta o barba furar a parede para eu pendurar. JÁ VIRAM TUDO NÉ
Ps2: próximo DIY de bichinhos será comestível.

Aproveita e se inscreve lá no canal 😀

FAÇA VOCÊ MESMO (DIY), Faço & refaço, VÍDEOS

> Faço & Refaço: Vaso com corda

27/01/2015

Bom gente, não é novidade que sou aloca das plantas, né? Não. Tenho delas de todo tipo espalhados pela casa inteira e, acredite, não tenho nem metade do que está nos meus planos. VIXI!
O único detalhe por aqui é que o $tempo$ para comprar vasos do jeitinho que gosto – no caso, os de barro – ainda não colaborou. Aí, uma fofa lá no facebook, me mandou umas latinhas encapadas com barbante. Achei lindo e resolvi tentar com corda (pra ser mais rústico mesmo) nesses vasos super básicos de plástico. Bom, certo deu.

Aí também tá faltando grana? menina! então, vem que vam-dá um jeito 🙂

Estou tentando, tentando meeeeesmo gravar o vídeo sobre fotos com celular falando e tal. Tentei neste final de semana e terminou com o Fábio sentando em cima do meu óculos e quebrando o coitadinho, quase perdi a hora do meu compromisso e acabei não gravando.
O que vocês acham aí? gravo falando ou não? Achariam legal? me sinto meio doida, gente. 😛

FAÇA VOCÊ MESMO (DIY), Faço & refaço

> Para Presentear: Um ano com lembranças

18/01/2015

Final de 2014 me sentei e anotei tudo que tínhamos de ideias para fazer na casa, depois fiz uma listinha de coisas que seria bacana filmar ou fotografar para colocar aqui, desde receitas que me desafio a fazer, DIY para a casa, coisas de muiézinhas que me perguntam e até agradinhos para a Lucy. Tá tudo anotadinho e alguns já até filmados!

Entre todas as metas que a virada de ano faz pensar e repensar, tem uma que nunca sai da minha lista: fazer quem eu amo feliz. É claro que terão dias em que nem pintado de ouro ou coberto de pizza dá para amar as pessoas, mas temos sempre de pensar em nos esforçarmos.

Anyway… até que, vagando pela internê, encontrei um link de um presente de noivado ou namoro não lembro bem. Era uma caixa com várias caixinhas para cada dia do mês comemorativo do casal que acredito ter sido inspirado naqueles calendários de dezembro, com vários pequenos presentes, até o dia 25. Achei muito bacana a ideia, ainda mais porque janeiro é a nossa primeira meia década juntos – muitos posts melosos virão, desculpa, mas meu coração numguenta – e pensei: por que não um por mês? Aí, começou a brincadeira, afinal o mais gostoso da vida são essas pequenas e agradáveis surpresas.

IMG_5138-1IMG_5141-2IMG_5145-4IMG_5154-8IMG_5146-5

O mais legal desse tipo de presentinho é que você pode fazer sem gastar NADA. Oh: separa uma caixa, ou até de sapato, encapa ela com um papel pardo ou do estilo que preferir, faz os envelopinhos numerados e pronto. Escreve recadinhos ou quem sabe um dia para o jantar preferido ou um bombom, uma massagem, noite que você paga a pizza, uma playlist de vocês, as primeiras fotos de vocês, cupom para se livrar de lavar a louça, uma carta para quando sentir saudade ou para um dia triste, sei lá! Põe a cachola pra funcionar porque é muito pessoal, né?  Coisas simples que, com certeza, garantirão um momento divertido e gostoso para a pessoa e você, claro, de tabela.IMG_5166-9

A ideia serve muito bem para uma amiga que vai viajar por um tempo e para quem mora longe dos pais. Tenho certeza que mãe e pai nenhum resistiria a ler uma carta por mês do filho. Claro que se pode dar uma roubadinha, afinal mês de janeiro não dá  para pensar nem em pagar um churros, vamos combinar.

Então, faz os envelopinhos com coisas sem gastar nada e se o $ permitir, abre e coloca alguma dica para o tal presente, mas, ainda assim, a ideia é presentear com carinho, atenção e cumplicidade; lembranças de coração, não só coisas.

Um 2015 cheio de pequenos – mas tão ricos – detalhes, pois é o que realmente guardamos e carregamos estampado no nosso sorriso do olhar. 🙂

Revisão de: Thaís Chiocca

FAÇA VOCÊ MESMO (DIY), Faço & refaço, VÍDEOS

> Faço & Refaço: Cartão de Natal

09/12/2014

Não, não era esse DIY que eu queria filmar. E sim, resolvi filmar do nada. A ideia surgiu quando recebi pelo segundo ano essa cartinha de natal do meu carteiro, nível extremo de fofura SIM. E me deu muita vontade de fazer o mesmo para alguém.
Aí comecei a fazer os benditos querequexes de natal para uns amados e percebi que fiz em 2 minutos. Pensei eu, né, por que não filmar?! A ideia é simples, super simples. Mas, menos pode ser mais e o mais legal é fazer uma coisa pessoal e nenhum ficará igual. O mais importante é ter carinho nas palavras que vão atrás do cartão. E de preferência, manda pelo correio, tá? todo mundo ama receber amor via sedex ;). Espero que gostem!

FAÇA VOCÊ MESMO (DIY), Faço & refaço, VÍDEOS

> Faço & Refaço: Ideia para decoração de Natal #1

02/12/2014

Sim, gente, essa é a época mais linda do ano – me arrisco em dizer. Luzes por todo lado, parentes distantes por perto, família mais unida e misturada que arrozinho com feijão e, claro, muita coisa gostosa pra pancita. Quando eu era pequena, essa época era mágica. Montávamos uma árvore gigantesca na sala, eu e meus irmãos e, naquele instante, nem lembrávamos de arrancar o rabo um do outro.

Esse ano, o Natal provavelmente será por aqui. A árvore vamos decorar essa semana – só que nossa árvore de natal, vai ser a nossa árvore de acerola mesmo – , estou bolando um menu vegetariano e pretendo compartilhar aqui e fiz duas coisinhas de decoração. Uma delas é esse vídeo. Um detalhe super-mega simples, mas que em um arranjo de flores para sua mesa, pode ficar um amor com rosas vermelhas ou com a poinsettia.

FAÇA VOCÊ MESMO (DIY), Faço & refaço

> Como fazer uma horta em casa

24/10/2014

horta1

Vire e mexe posto foto dela lá pelo instagram. Sou apaixonada por ela, não posso negar. Ela colore minha casa, traz aromas, vida e sabor pro que quer que eu esteja a cozinhar, além de é claro, me relaxar. Ela? minha hortinha. INHA, porquê meu desejo é ter salsa, lavanda, meu alface, rúcula, tomatinho e tudo mais fresquinho aqui com a gente. Mas, vamos por partes.
Fiz questão de escrever cuidar ali na foto propositalmente. Por quê? Porque fazer uma horta é muito fácil, sim. Cuidar é outra. Fazer a gente compra vasinho no mercado e pronto. Cuidar é um desafio… agradabilíssimo e apaixonante 🙂 Vem comigo pro que interessa!

IMG_4080-4

O VASO

Sempre ouvi dizer que vasos de barro são muito melhores para qualquer tipo de plantas, pois elas respiram melhor, a temperatura do barro não deixa a raíz esquentar demais e a drenagem da água é boa para não apodrecer a plantinha – eu AMO. Mas, também, meu pai sempre plantou em latas de tinta, pneus, vasos de plástico e sempre brotou muito, desde que a planta esteja bem nutrida e que ela tenha a quantidade de sol e água necessária pra sua espécie, ela vai vingar. Os vasos de plástico são muito mais baratos e fáceis de achar. Importante é estar atento que eles são muito frágeis e se forem de cor preta, é bom evitar exposição direta ao solzão do meio dia, pois eles esquentam muito e podem ser prejudiciais as raízes das plantas frágeis. O que eu acho também importante pensar é no tamanho e a quantidade de temperos no mesmo vaso. Cada tipo de erva tem sua preferência por luz e por água. Então, é complicado plantar e manter bem muitas ervas no mesmo vaso, por ex: manjeiricão precisa de terra sempre úmida e o alecrim nem tanto. Fica prático por economizar espaço, mas é prefirível fazer em vasos individuais de tamanho MÉDIO (mercado vendem em vasos muito pequenos) até para que cada raíz tenha espaço de crescer bem e possa dar novas mudas. A raíz se molda conforme o tamanho do vaso. Meu pai plantou um manjeiricão em uma lata de 12l de tinta e ele está praticamente um árvore, uma delícia!

Passo-a-passo vaso

Esta sequência vai funcionar com praticamente qualquer tipo de planta. 1. Verificar se o vaso tem furo embaixo para a água escoar. 2. pedras, cacos de telhas. 3. areia grossa (se não tiver, é só não colocar) 4. terra adubada 5. a muda da plantinha. 6. terra até pegar um pouquinho do caule.

IMG_4079-3

Na foto da esquerda pra direita o vaso maior é de capim-cidreira, hortelã, alecrim, dois de orégano, dois de manjeiricão, tomilho e cebolinha.

A MUDA

Pronto! Já sabe o tipo de vaso e já sabe como montar. Agora falta a atriz principal do rolê, não é? No meu caso, eu fui até a casa dos meus pais, onde eles tem de tudo quanto é plantar, até pé de café. Mas, hoje em dia muitos mercados já vendem as plantinhas em vasos pequenos ou vai até o uemuraé onde eu costumo ir. Algumas plantinhas, como a cebolinha são bem bem bem fáceis de plantar. Compra um punhado delas no mercado e deixa na água por uns 7 dias, a raíz vai ficar mais forte e você já pode plantar.

IMG_4077-2

A-B-C DE CADA PLANTA AROMÁTICA

Vou tentar ser bem rápida e objetiva aqui para o post não ficar imenso. Mas, qualquer dúvida é só ver aqui 🙂

Capim-cidreira, Tomilho e Manjeiricão: São plantas que necessitam de alta luminosidade, com luz solar direta pelo menos algumas horas por dia. Regue de forma a manter o solo úmido, sem que fique encharcado. Ou seja, “um pouquinho por dia”. A planta mais desenvolvida, ela aguenta um período mais forte de seca.

Hortelã: As várias espécies de hortelã são plantas de clima temperado, suportam bem baixas e altas temperaturas. Pode ser cultivada em lugares ensolarados ou em sombra parcial. Em sombra parcial é mais fácil manter o solo úmido e o ambiente fresco, principalmente quando sua região tem um clima mais quente. O local deve ser bem protegido do vento, pois pode prejudicar. Irrigue de forma a manter o solo sempre úmido, mas não encharcado.

Alecrim e Orégano: O orégano e o alecrim precisam, assim como o manjeiricão, de alta luminosidade e luz direta ao menos por algumas horas diariamente e depois só luminosidade/sombra. Quanto mais luz solar receber, mais  aromáticas serão as folhas. Irrigue com frequência para ter um solo úmido por mais ou menos 15 dias que plantar, depois pode regar menos. Aguentam bem períodos de seca.

Cebolinha: A cebolinha necessita de luz solar direta ao menos por algumas horas diariamente. Ela é uma planta bastante “fácil” e crescerá bem em quase qualquer solo, exceto os solos encharcados. Irrigue com frequência para que o solo seja mantido úmido, mas sem que fique ensopado senão os ramos ficarão murchos e amarelos.

Pode parecer um bicho de sete cabeças lendo, mas não é. Pra foto eu puxei os vasinhos mais para o lado, mas geralmente deixo os que precisam de mais luz para o lado em que bate mais luz e os que precisam de sombra, atras da árvore. Dividindo assim, já ajuda também a dividir para a quantidade de regas pra cada grupinho, nesse tempo de seca. Com chuvas, não é preciso regar se elas ficam no quintal. No apartamento, é bem tranquilo também de fazer isso na varanda, por exemplo, é só organizar por cores de vasos, quem sabe. Meu pai, sempre falou que cada planta escolhe um lugar na casa, e é muito verdade. Então, vai sentindo como a planta vai desenvolvendo e vai testando. Estas flores, comprei a muito tempo. Quem me vendeu disse que elas eram frágeis e cairiam logo e no fim, deixei ela sem querer ali na pia e ela gostou e já esta florescendo pela segunda vez. Agora, ela TEM QUE ficar ali, ahahah. Morro de medo de tirar e ela não florescer.

IMG_4095-8 IMG_4100-1IMG_4094-7
Lucy adora dar um cheirinho na hortelã, na pimenteira e no manjericão. Nada boba!

Espero que tenha sido útil este post. Não desanime se a primeira muda não der certo. Quem vos fala, é uma pessoa que a primeira planta que teve sozinha foi um cacto e ela conseguiu matar – cacto, a planta mais fácil de cuidar. Hoje, depois de ler muito, consegui entender a lógica de cada plantinha, elas são parte da rotina já; deixo a água do café esquentando e vou dar uma olhada nelas. Por isso, já prepara um canto aí no apartamento, no quintal da casa ou na janela do quarto e tempera tudo que tem direito ♡

FAÇA VOCÊ MESMO (DIY), Faço & refaço

> Faço & refaço: Como fazer quadros “transfers”

22/10/2014

O dia estava assim: nem frio, nem calor, do jeito que eu adoro. E, como já disse por aqui, estamos no momento tentando fazer coisas que gastem o mínimo possível de dinheiro para decorar e mobiliar a casa. Nas paredes faltavam alguma coisa? faltavam. Mas, dei um jeitinho bem fácil que acredito que vão gostar: técnica de transfer ou print colagem.
“Isa, mais que diacho é isso aí?” Nada mais é do que pegar uma imagem e com uma cola transfer, ela transfere ou “carimba” essa imagem para a superfície desejada. Sim, desde madeira, vasos até paredes e camisetas. Vem ver como é que faz 

IMG_3939-7

VOCÊ VAI PRECISAR DE

  • a superfície escolhida ( no meu caso madeira )
  • imagens, frases impressas ao contrário E em uma impressora a LASER
  • pincel
  • cola transfer
  • verniz para madeira

Imprima as imagens desejadas. No caso, presta atenção aqui, a imagem tem que estar ESPELHADA. Ou seja, ao contrário e impressas em uma impressora a LASER – como vamos passar água, impressora a jato normal, vai escorrer tudo. Se você não imprimir assim: vai dar caca!

IMG_3933-3

Compra sua colinha no link alí de cima OU dessa marca aqui

IMG_3935-4

Escolha sua madeira. No caso, pegamos chapas de madeira compensada, são lisas e temos vários retalhos sobrando. A ideia é fazer painéis grandes por aqui (aí é mandar imprimir em uma gráfica a imagem grandona). Você pode encontrar madeiras assim nos retalhos gratuitos das lojas Peg e Faça ou ir até a Leroy da vida e pedir para eles cortarem a madeira pra você, super easy!

IMG_3930-2IMG_3929-1IMG_3942-9

Minha pressa me fez cortar com essa serrinha, ao invés de esperar o Fabinho terminar um trabalho. Quase meu braço caiu mas, deu certo. Lixei a superfície com lixa 60 e 150, uma grossa depois uma fina.

IMG_3938-6

Agora a magia! Você recorta a imagem e deixa uma borda de mais ou menos 1 dedo OU passa a cola e deixa essa bordinha, vai na opção de cortar cada parte que é mais segura, aprendi! Por quê? Porque na hora de tirar, você não quer correr o risco de perder um pedacinho do desenho. Não precisa entupir de cola, é só passar bem por todo desenho. Depois, passa cola na SUPERFÍCIE também – é bom não esquecer disso, senão vai dar errado. Depois de colado, se ficar muito enrugado pega um paninho e vai alisando por cima devagar.

IMG_3945-10 IMG_3946-11

ESPERA SECAR por pelo menos 4 horas ou de um dia pro outro. E com o lado amarelinho de uma bucha, você molha bem e vai passando no papel de leve ou com a ponta dos dedos onde ficar esbranquiçado. Espera secar BEM e passa o verniz.

IMG_3972-1 IMG_3974-2IMG_3980-1

Reparem que tentei fazer com uma foto nossa e cagou muito! Não sei dizer exatamente o porquê, fiz o mesmo procedimento. Talvez teria que deixar secar de um dia pro outro, por ser uma imagem com mais detalhes. Mas, no fim, acho que até deu um toque meio antigo bacana pra foto, acontece. Pra quem quiser as imagens que eu montei dos Beatles e com o trecho da música do Friends – queria muito encaixar o always mas no fim não coube e tirei -, é só copiar abaixo que já estão espelhadas.

friendsimprimir beatlesimprimir

Espero que dê certo por aí, depois me conta 

E a nossa parede uma hora sai, juro.