CRÔNICAS, VIDA

> Não siga o que não te faz bem

23/01/2018

Cada vez mais somos bombardeados por redes sociais e novidades do meio digital. Estou longe de dizer que isso não é bom, mas como em tudo na vida, é preciso saber dosar e equilibrar no nosso dia a dia.

E isso é algo extremamente individual. É uma peneira que cada um precisa fazer na vida de acordo com o que acredita e faz sentido. Pode parecer engraçado dizermos isso, afinal, pensamos que temos um contato distante, afastado e que não interfere em nós por não conhecermos pessoalmente e por ser apenas algo da internet. Mas, a nossa vida está cada dia mais envolvida virtualmente. Pense: quanto tempo você passa no celular, computador e nas redes sociais? É com estas pessoas, perfis e links que você está andando de mãos dadas por aí. É com estas palavras que você começa o seu dia. É para essa energia que você abre as portas para entrar na sua casa.

Existem milhões de perfis e conteúdos variados pelas redes sociais. De TUDO. Tudo mesmo. Cabe a nós escolhermos os que nos fazem bem e que nos ajudam a construir algo bom de alguma forma. Desde uma boa risada, reflexão sobre a vida, inspiração para moda, decoração e dar aquele gás pela manhã.

Cerque-se de verdade, boas conversas, dicas interessantes e pequenos prazeres que façam você agradecer a vida e não sentir a necessidade de reclamar ainda mais por não ter comprado ou por não ter alguma coisa. Busque conteúdo que traga motivação e não que tire a vontade de realizar e correr atrás do que você sonha para a sua vida. Mantenha por perto pessoas, palavras, imagens, referências e mensagens que façam você ter vontade de mergulhar para conhecer a sua melhor parte.

Muitas vezes nos pego reclamando da qualidade das redes sociais, de perfis sem conteúdo e que não agregam, mas precisamos criar o hábito de compartilhar e recomendar aqueles que vão na contramão disso tudo. Afinal, a polêmica é muitas vezes mais interessante de se compartilhar e ganha uma proporção muito maior do que palavras e imagens que são um pedaço de coisa boa no dia.

E, eu não sei vocês, mas eu, sou movida a pequenas doses de poesia, fachos de sol, acessos de riso de besteiras fofas e palavras que abraçam a alma no fim do dia.

Vamos compartilhar o bem para construir algo bom diariamente em nós.

Não siga o que não te faz bem. Siga o que te incentiva a descobrir e ser cada vez mais quem você é.

Se você gostou desse post, talvez também goste desses: