CRÔNICAS, VIDA

> Um dia deixaremos a vida ser como é

21/02/2017

A gente jura saber o que é preciso para viver. A gente bate o pé que temos que ter isso, comprar aquilo, realizar X coisa e ir para tal lugar. O que a gente não sabe, é que, na verdade, não sabemos de nada.

Um dia não criaremos um padrão de como as pessoas precisam ser. Conseguiremos olhar para cada um como um ser humano com vontades, desejos, opções e ideais. Um dia aprenderemos a deixar de lado a rixa, os discursos pré montados e a necessidade de impor a nossa vontade no outro, na família, seja quem for. Daremos a chance de olhar na contramão e exaltar as coisas boas, para ver a beleza do ser diferente e que nos faz tão únicos. Um dia, olhar para quem as pessoas são e não o que usam, estará na moda.

Um dia a gente resolve deixar de ter razão para ser feliz. Não colocaremos nas costas de ninguém a nossa felicidade e a necessidade de adivinhar o que estamos sentindo. Passaremos a apreciar o que é espontâneo e verdadeiro, ainda que seja completamente diferente do que gostaríamos de ver. Um dia gastaremos mais tempo vivendo do que imaginando como as coisas deveriam ser.

Um dia encontraremos pessoas que farão o nosso silêncio ser confortável e com quem fazer nada junto torna-se o melhor programa para qualquer dia da semana. Antes deste dia, aprenderemos que olhar para o lado e ter alguém sorrindo de volta, sem ter motivos, apenas por você estar sendo exatamente como é, é o maior tesouro da vida. Um dia entenderemos que o que levamos da vida, não é nada que se pode pagar, mas somente as relações que construímos, dia após dia, com esforço. Um dia redescobriremos o que é cativar.
Um dia cairemos na real de que o amor é o melhor remédio que podemos usar e que não há contra indicações.

Um dia olharemos a vida, sem pensar no que ainda não temos, e agradeceremos por todos os aprendizados. Um dia deixaremos a vida ser como é. Neste dia, seremos livres.

Se você gostou desse post, talvez também goste desses:

  • Cristiane Rossini

    Lindo texto *-* acho que o grande segredo disso tudo é viver a vida mais leve ;D Beijos querida. Você me inspira. *-*

  • Isadora Goerdt

    Oi Isa! Descobri seu canal/blog/insta por esses dias, deitada na cama numa manhã gostosa, enquanto assistia aos vídeos encantada, meu Gui escutava um rock animal ao meu lado (em seus fones), de vez em quando ele espiava para a tela do meu celular e dava algum pitaco. O maior pitaco foi ficar perguntando se você já tinha mostrado o estúdio do seu Barba no vídeo do tour pela casa haha sabe como é músico né?
    E desde então tenho assistido aos seus vídeos em momentos muito bacanas da minha rotina, essa segunda mesmo fui preparar uma quiche e coloquei seu canal pra rodar, apertando a massa, picando os ingredientes. E bom, estou me identificando muito e tem sido prazeroso assistir/ler seu conteúdo. Eu e Gui estamos num momento de buscar um terreno legal, construir uma casinha, e levar a vida leve, como você mostra ser tão possível em plena São Paulo!
    Estou entrando na jornada que seu texto fala e tá sendo uma lindeza perceber tudo isso. Obrigada!

  • Bruna Melo

    Não sei o que falar, apenas sentir esse texto aaah tu inspira muito <3

  • Jaqueline Quirino

    Que lindo Isa! Conheci seu blog agora e já estou amando! Vi toda a playlist de corrida, quero começar! Te conto!

  • Nayandra Ramos

    Esse texto foi escrito pra mim um dia, e eu li na hora certa.
    Tô com a sensação de destino, sabe? rs
    Eu acabei de conhecer e blog e caí justo em um texto que me representa tanto! Foi como ser convidada pra sentar e tomar um café.
    Eu gostei demais e imprimi (com os créditos) pra guardar na minha agenda e ter sempre ♥
    Espero que tudo bem.
    Beijos!

    http://www.ultimobiscoito.com