Diálogos

> Em 2017 eu quero…

16/01/2017

Entra ano e sai ano e a gente não cansa de prometer que iremos fazer isso e aquilo. Acho lindo e justo. Nada como o frescor de um ano novo para nos lembrar que podemos ter metas e realizações pessoais para motivar cada dia. Confesso que cada dia mais que a vida vai ficando adulta, cada meta é difícil realizar em apenas um ano. São resoluções que dependem das decisões que tomaremos hoje para concretizar daqui 3,5 anos? por aí. A gente nem sabe. Realizando agora ou depois, tanto faz. É bom ter um direcionamento na vida. Com isso, a gente aprende a respirar e sossegar um pouco e ver que cada dia é uma conquista, que irá refletir lá na frente. A vida pede responsabilidade.

Quando percebi isso, passei a dividir a minha lista de metas de formas diferentes: para agora e para daqui alguns anos. Para agora, escrevo as minhas maiores dificuldades do ano passado para buscar melhorar como pessoa e, coloco em outra parte, os sonhos e planos que penso em concretizar como viagem, planejar isso e aquilo para ano que vem e enfim.

Em 2017 eu quero ser mais relaxada. Não surtar com a casa suja, não perder a paz porque o chão está cheio de patas e pêlos. Desejo mais jogo de cintura para lidar com problemas da vida de acordo com o nível de cada um: Não surtar com algo pequeno e não me desequilibrar com besteiras do dia a dia.

Em 2017 eu quero ter um espírito mais empreendedor. Tentar organizar, planejar e criar estratégias para minhas ideias. Ou conseguir pedir ajuda de alguém que tenha essa qualidade mais aflorada para trabalharmos juntos, hahah.

Em 2017 eu quero me dedicar ainda mais pela nossa alimentação e bem-estar. Mexer mais nas minhas plantas e ler mais nas horas vagas. Descobrir novas maneiras de termos uma vida com menos industrializado em todos os sentidos possíveis para sermos mais sustentáveis e independentes.

Cada ano que passa minhas listas ficam um pouco menores. Não por ser linda e perfeita a vida, mas porque percebi que não adianta criar uma lista com 30 itens como eu fazia com 15 anos. Terminava o ano com 2 checks. Viver já toma da gente um tempo danado. Ainda mais quando os itens são pessoais e de hábitos que precisamos criar. É preciso tempo e força de vontade. Fora quando é necessário acrescentar as surpresas bacanas que vamos tendo durante o caminho, né? Gosto muito de parar no final do ano e pensar que conseguimos de alguma forma, criar algo sólido e que foi prazeroso de conquistar. Ainda que no começo seja difícil e doloroso lidar com certas dificuldades pessoais.

E vocês? como planejam as listas de metas para 2017? <3

Agora, estamos de volta! 😀

Se você gostou desse post, talvez também goste desses:

  • Bruna Mello

    Pra esse ano quero mais leveza, não ficar pilhada quanto algumas coisas da vida, ter um jogo de cintura tbm pra lidar com situações do dia a dia. Eu planejo as minhas metas em deveres (tenho que realmente fazer esse ano, pq sou uma procrastinadora e não posso adiar haha), em desejos/metas (coisas que eu quero e que depende só de mim pra fazer acontecer, metas como por ex: cozinhar mais, experimentar coisas novas), e sonhos ( tudo bem se não acontecer esse ano, mas se caso realize que ótimo) sonhos, são sonhos então alivio mais essa parte, não vai deixar de ser sonho se eu não realizar né? A não ser que eu mude planos conforme a vida vai levando a gente. Vou amar acompanhar mais um ano de na nossa vida <3

    • Isadora Ribeiro

      bem isso!! eba <3 espero que goste e que nos falemos muito por aqui mais um ano :'))))