CRÔNICAS, VIDA

> Dezembro é para quem tem coragem

13/12/2016

Dezembro são muitas vidas em um mês.

É a mistura de ansiedade, calma e silêncio com a vontade de apertar um botão para pular de fase para o ano seguinte que está por vir. Dezembro pra mim sempre foi assim. Seja a vontade de ir logo para a festa de natal com a família, para a tão esperada viagem de final de ano ou apenas trocar logo de roupa, ar e colocar um novo calendário em cima da mesa. Por mais rápido que a gente tente, dezembro tem passos lentos do cansaço acumulado de viver.

Dezembro é quase como um salto. Aquele último impulso que a gente dá para tentar ir além mesmo exausto. A força que a gente tira de onde não tem, só para continuar vivendo. E continua.

Dezembro tem gosto forte de saudade. Aquela que nos faz sorrir sozinhos em qualquer hora ou lugar e que aperta o peito entre um gole e outro de café no começo do dia. É em dezembro que sabemos onde a nossa paz está, pois queremos o quanto antes voltar.

A gente corre. Faz tudo e não faz nada. Tenta dar check na lista que não tem fim e aceita o que não vai dar pra resolver. Faz parte. Dezembro é agridoce. É quando entendemos o limite de até onde podemos ir e percebemos que conseguimos ir além. É lidar com nossos piores monstros e medos aflorados, sonhos difíceis de racionalizar e o peso do que não pudemos ainda realizar. Fica para o ano que vem, tudo bem.

Dezembro é o impulso. A balança dos trezentos e tantos dias que buscamos dar o melhor. A gente pensa nos erros, acertos, sorri com os momentos mais simples e chora calado com o que a vida teve que levar. Dezembro é para quem quer compreender. O que aconteceu consigo mesmo e ao redor. Mergulhar na incerteza e na chance de descobrir um pouco mais. Dezembro é pra quem tem coragem de continuar. Com palavras diferentes, regras novas, o armagedom particular e páginas vazias. Por mais difícil que possa parecer. Dezembro é o clima de final de ano, de um ciclo, de uma batalha. O fim de apenas mais um dia. É o começo.

Dezembro vai durar o quanto tiver que ser. Estranho é esperar por janeiro para acreditar, retomar e sonhar o que quiser.

Dezembro é pra quem tem um réveillon a cada novo dia em que viver.

 

Se você gostou desse post, talvez também goste desses:

  • Ana e Zelinda

    Eu sinceramente detesto essa época do ano, tanta correira e tanta coisa para fazer como se não houvesse amanhã depois de 31/12. Não vejo a hora que chegue dia 2 de janeiro e todas essas festas passem logo.
    Bj e fk c Deus.
    Nana
    http://procurandoamigosvirtuais.blogspot.com

  • Michelle Moura

    isa vc colocou num texto o que eu sempre senti e nunca consegui expressar! Nao curto mto dezembro… ele me obriga a ter um misto de emoçoes que eu nao sei bem organizar… 🙁

    amei o texto de coraçao!

    michellemourablog.blogspot.com.br https://uploads.disquscdn.com/images/ddcc13dc460cae4eabedc68b985ad579b155a1b606e65df1b9c1a7dd4a9c613e.jpg

  • Giovanna Lima

    Você traduziu meus sentimentos (turbulentos) sobre esse mês maravilhosamente, só que além disso tudo ainda tenho um detalhe não tão pequeno assim de fazer aniversário dia 30 de dezembro, e com isso mas um tanto de reflexões misturadas com ansiedade etc. Mas tá bom! Gosto muitão desse mês maluco!

  • Gente que foto mais surrealmente linda é essa Isa?! ♥