FAÇA VOCÊ MESMO (DIY)

> Restaurar Móveis: Nosso Armário da Cozinha

20/07/2016

Oi, gente! Quem acompanha o instagram: ribeiro_isadora, deve ter percebido que estamos com o armário da cozinha reformado 😀 Sempre posto por lá as novidades da casa e da nossa vida, quase instantâneo, então segue lá para ver tudinho!

Como vocês já sabem, os móveis da nossa edícula nós achamos ou alguns fizemos. Este da cozinha, estava no mesmo terreno que estava sendo demolido, onde encontramos nosso armário. QUASE não trouxemos ele, pois estava tão zoadinho que não botamos fé. Ainda bem que paramos e repensamos. Valeu a pena 🙂 Vou colocar o processo que fizemos e espero que ajude quem quiser restaurar móveis também!

10155188_653772211324920_657898308_n IMG_2816-1

Primeiro passo foi começar a remover toda a tinta. Com a ajuda do produto Pintoff, apliquei no armário por partes e deixei agir por 15 minutos mais ou menos. Essa é a magia dele! É preciso esperar este tempo, senão num adianta NHECAS. Ai, ele começa a ficar com bolinhas, como uma espuma, então com uma espátula você remove a superfície. Se você tiver “sorte” como nós, vai encontrar pelo menos 3 camadas de tintas diferentes. Ou seja, o triplo do trabalho para remover tudo e muito pintoff.

IMG_4041-7IMG_4046-8

IMG_4055-9

Agora é hora de pegar todas as lixas que tiverem nessa vida e lixar, lixar, lixar, lixar… lixar! Como a peça é grande, peguei a lixadeira do meu pai emprestada para áreas maiores. Confesso que essa parte, apesar de divertida, por conta da quantidade de pó é bem chatinha. Passei duas semanas lixando – e com o nariz congestionado-  até ele ficar no resultado que vocês viram nas fotos. Aceitamos que ele não removeria toda a tinta e deixamos o efeito pátina assumido. Era tanto pó que dava vontade de chorar! hahah

IMG_4032-4IMG_4033-5IMG_4022-1

Depois disso, aconteceu todo processo que vocês vão ver no vlog de hoje lá no canal 😀 Barba refez toda as estrutura. Trocamos todas as tampas de madeira, prateleiras, reforçamos as portas com pregos, cola, parafuso. Mandamos fazer com um marceneiro 3 gavetas e refizemos os trilhos. Ringo e eu não víamos a hora de tudo ficar pronto!

IMG_0055-14

Finalizamos com um selador nas gavetas de madeira de compensado em um dia. No outro dia, passamos verniz incolor e fosco em todo o móvel. Esperamos ansiosos a secagem de 24 horas e fomos buscá-lo pela manhã do sábado, com o Barba atrasado pro trabalho! hahah

As vezes as coisas demoram, a gente pode pensar. Mas a vida tem o tempo dela. É importante respirar e dar tempo, da cola secar, do verniz selar, da gente aprender e desencanar da casa perfeita. Pela ironia da vida, foi só quando eu disse que gostava daquele aparador branco provisório, que conseguimos reformar o “novo”. Nem sempre o novo é “novo”, como foi o nosso caso, mas ainda assim é especial, é de coração e sustentável.

Que a gente siga repensando e dando chance para as coisas que a vida colocam em nosso caminho – mesmo que elas sejam um desafio.

Se você gostou desse post, talvez também goste desses: