O que aprendi, VIDA

> O que aprendi: com a Falta de Tempo

18/10/2015

Não ter tempo é o novo mal do século. A gente corre, corre, corre e parece nunca ser o suficiente para fazer tudo o que julgamos ser necessário.

Na verdade, não ter tempo, em determinada fase da vida é um presente que a idade nos dá, para aprendermos a nos entregar apenas com o que realmente importa. Os problemas ganham uma escala diferente e apenas nos abalamos, quando é algo realmente necessário. Caso contrário, é hora de apenas rir e relevar.

Quando não temos tempo, a rotina ganha um brilho diferente. O simples banho quentinho no fim do dia é uma benção, um refúgio, um suspiro. Dormir? Ah dormir! Dormir é um presente. Inspirar antes de dar o primeiro gole no café pela manhã é o melhor perfume para ganhar forças de começar o dia. O caminho de ônibus com uma boa trilha sonora, é quase uma terapia de estrada, uma viagem. Ver os amigos é um obstáculo maior, mas quando os encontramos é risada, afago e uma saudade que vai e volta em cada história. Valorizamos quem compreende a nossa fase como algo passageiro e, ainda assim, decide não sair do nosso lado. Quando não temos tempo é que a gente sabe para onde devemos correr e um simples café da tarde de meia hora com quem amamos, tem o poder de salvar a semana inteira. É na falta de tempo que podemos notar que, o maior investimento de tempo que fazemos na vida, é amar.

Quando não temos tempo é natural pedir a vida por mais horas, minutos, segundos. Mas, hoje é hora de aproveitar o que temos e não fazer nada correr mais que o natural. É na falta de tempo que a vida ganha outro ritmo, brilho e valor. É na falta de tempo, que nos respeitamos a correr não mais além do que podemos e valorizamos os mínimos detalhes da vida. Então, foi assim, correndo e brigando contra o tempo que recuperei o fôlego para ver a vida em outro compasso – sem perder a poesia.

Ah.. Por fim e finalmente: Bons tempos!

Se você gostou desse post, talvez também goste desses:

  • Gabriela Motta

    Meu Deus, quero casar com este texto, isso é possível? hahaha
    Na adolescência, eu me sentia oprimida com a rotina. Hoje, descobri que é com ela que minha vida funciona. Gosto de ter horário pra acordar e pra dormir e, ainda assim, me dar o direito de dar uma escapadinha de vez em quando, porque ninguém é de ferro. E cada pausa que damos na correria pra respirar, como você disse, é um presente, um momento para apreciar a beleza da vida.
    Parabéns pelo texto, Isa. Um beijo. ♥

    http://www.sinhamocha.com

    • Isadora Ribeiro

      Pode! e eu caso com o seu comentário. Você acabou de me descrever <3. É bem isso! obrigada flor, beijinhos!

  • Ana

    Que texto lindo!
    É realmente na falta de tempo que aprendemos a dar valor para algumas coisas que antes não tinham valor nenhum.
    🙂

    • Isadora Ribeiro

      simmm <3

  • Bruna Mello

    E em meio a correria, a vida nos presenteia com esse texto maravilhoso que nos fazem refletir com um sorriso no rosto e coração aberto para receber cada sentimento que têm nas palavras, obrigada Isa, por sempre tornar os meus dias melhores e me fazer lembrar que mesmo com toda essa rotina maluca temos que aproveitar cada segundo que a vida nos proporciona com leveza na alma e com amor no coração.

    • Isadora Ribeiro

      querida, me emocionei muito. :’) obrigada pelas palavras lindas <3

  • Me encaixei perfeitamente nesse texto! Como pode?! haha Mas vou ser sincera, acho que muito da minha “falta de tempo” é que quando eu tenho algo pra fazer e sei que posso fazê-lo durante um dia inteiro, eu literalmente levo o dia INTEIRO fazendo isso. Mas se eu sei que preciso fazer essa mesma coisa em 30 minutos, por incrível que pareça, consigo fazer e acho que acaba saindo até melhor do que se eu tivesse mais tempo! É doido isso, mas acho que (pelo menos eu) preenchemos nosso tempo conforme nossas tarefas.

  • Carol Frizeiro

    Que texto mais lindo. Nunca havia pensado na falta de tempo dessa maneira, nunca havia pensado nesse valor que damos aos detalhes quando nos falta tempo. Obrigada por me fazer perceber isso.

    http://www.carolinefrizeiro.com/

  • Carol Frizeiro

    Que texto mais lindo e que maneira mais bonita de ver as coisas. Nunca havia pensado nesse valor que damos aos detalhes quando nos falta tempo. Obrigada por me fazer perceber isso.

    http://www.carolinefrizeiro.com

    • Isadora Ribeiro

      obrigada flor <3

  • Lindo texto, pois é assim mesmo, quando nos falta algo começamos a valorizar pequenas coisas. vida se torna mais simples talvez.

    • Isadora Ribeiro

      simmm <3

  • Anna

    Que texto maravilhoso, super me identifiquei com a questão do banho, de ouvir música no carro até o trabalho que leva de 30 a 40 min pra eu chegar. E dormir? dormir e maravilhoso!!!

  • Fernanda Mantoan

    Falou e disse, definiu. Vc é foda isinha <3