Pra não dizer que não escrevi, VIDA

> Pra não dizer que não escrevi: da vida

20/01/2015

É, amiga, talvez a vida não seja sempre bela. Talvez não, ela não é. Por vezes é tão dura que chega a parecer brincadeira, mas, ainda assim, ela é bela, acredite e tenha fé. Se você não estivesse vivendo agora, o que exatamente estaria fazendo? Pois é: nada, literalmente.

Que tristeza pensar que não, você não levantaria cedo com aquele solzinho da manhã para mais um dia exaustivo, você não tomaria o seu cafezinho e, pior, não sentiria o cheiro dele tomando a casa. Que chato seria não ter que ir trabalhar, não contribuir ao mundo com o seu talento de calcular, pintar ou rodopiar. Que agonia não sentir saudade de nada, de ninguém. Saudade da terrinha que nasceu ou de onde cresceu, saudade dos amigos do colégio ou daquela primeira e inocente paixão; saudade do pudim da vó, de costurar com a mãe, daquele futebol cheio de capotes com os irmãos e dos sermões longos do pai. Não sentiria nada. Digo, nada.

Que sem graça seria não poder sentir o vento batendo no rosto, o barulho da chuva na madrugada e o galo do vizinho te acordando cantarolando às cinco da manhã; que medonho seria não ter um bichinho para lamber o teu rosto e contribuir com a sujeira do quintal. Que estranho seria não sofrer de amor, que estranho.

Que maldade seria não ter experimentado tomar um banho de mar, cachoeira, lago, chuva ou de um chuveiro gelado; que crueldade não ter pra quem ligar para desabafar, quer dizer, que cruel não ter histórias da vida para choramingar. Que péssimo não poder tocar em uma flor, abraçar um amigo e beijar apertado os lábios de quem podemos chamar de amor; que triste não poder chorar de tanto rir.

Que desaforada essa ideia de não viver a vida.

Ô, vida! Que sem vida seriamos nós se não a pudéssemos viver e ainda tem vivo, muito bem de vida, reclamando do que não tem, mas o que só importa é ter e viver você: Vida.

_____________________________________________________________________________________________________

Essa categoria é nova por aqui e a ideia é você que acessa o blog escolher o tema dos textos que serão postados. #PraNãoDizerQueNãoEscrevi ( complete e deixa o tema nos comentários, por email nanossavida@gmail.com ou no instagram ) 🙂 .


Revisão de:
Thaís Chiocca

Se você gostou desse post, talvez também goste desses:

  • DaniTupi

    Amei o texto! Muito inspirador, vou até recomendar para uma amiga que anda meio down…

    Abraço Isa!

    • Isadora Ribeiro

      Ah que fofa!!! <3 obrigada!

      Bjs, Dani!!

  • Tiabetok

    como não entrou de jeito nenhum tive que fazer pelo disqus mesmo…
    adorei o texto, em especial o terceiro parágrafo que é tudo haver com nossa vida no sítio. achei super interessante a proposta do #pranãodizerquenãoescrevi.
    já leo seu blog a um tempo, e como mensionei antes só não conseguia comentá-lo.
    enfim. estarei mais e mais vezes por aqui
    xero
    http://desconstruindoblog.blogspot.com/

    • Isadora Ribeiro

      Pois é, meninas, não sei o que se passou.. Mas, obrigada pelo trabalinho de vir até aqui e pelo recado carinhoso.

      Oba! <3

      beijos,
      Isa

  • Wanila Goularte

    Caramba, que texto lindo! Me fez pensar bastante sobre todas as vezes que tive vontade de desistir. Obrigada!

    • Isadora Ribeiro

      <3 <3 <3

  • Uau! Amei esse texto! Dá uma sacudida na gente e mostra que o importante mesmo é ver o quão maravilhoso é acordar todos os dias!

    • Isadora Ribeiro

      Isso!! 😀 <3

      obrigada!!

  • Ana Luísa

    ô vida mesmo! A gente reclama mas apesar de tudo é boa que só ela! 🙂

    passaronofio.com

    • Isadora Ribeiro

      é <3 <3

  • Guest

    Vc é linda, Isadora. É vida. Feliz de quem pode viver-La.

    Beijo,
    Carol

  • caroline falcão

    Vc é linda, Isadora. É vida. Feliz de quem pode vivê-La.

    Beijo,
    Carol

    • Isadora Ribeiro

      <3

  • Pingback: Vale o clique #10 | Como livros, bebo séries()