AMOR

Entre crônicas: O cara errado

23/01/2014

A vida inteira escutei que um dia encontraria o tal do cara certo. Mas, o que ninguém diz é que o cara errado, é bem mais legal. Hum, legal não é um adjetivo que explica muito bem. Na verdade, a única diferença entre eles a ser revelada está no fim deste texto. Se quiser atalhar, vá em frente. Se quer compartilhar e abusar da companhia, pode continuar aqui comigo.
Afinal, o que ninguém deixa claro é que o cara certo vai dizer que você está linda, quando isso for óbvio depois de 5 horas se arrumando. O cara errado irá dizer isso depois de você correr a maratona do Pão de ácúcar e o Rexona não for mais seu aliado. O cara certo, irá arrumar a casa inteira, deixar tudo brilhando e pode até saber cozinhar, mas vai te encher os picuá quando você comer cookies esfarelentos no sofá. Enquanto, cara errado irá rir da tua cara quando você sacudir a caixa de leite e espirrar pelas paredes inteiras, ele até vai ajudar a limpar a bagunça mas, vai te zoar eternamente por isso.

O cara certo provavelmente sairá do trabalho e correrá para malhar o tríceps e todos os íceps possíveis todos os dias. O cara errado – pode ser mais franguinho mas –  certamente estará sexta feira a noite na sua porta com um pacote de pipoca de microondas com manteiga extra, é claro. O cara certo, fará suas amigas dizerem “uau, que cara gato! você são perfeitos”. O cara errado, provavelmente ficará amigo delas e quando suas amigas o verem juntos dirão “Vocês dois? eu nunca imaginei! Achei que só se divertiam demais juntos” E o que mais a gente quer da vida além de riso fácil e afeto?
O cara certo provavelmente se vestirá impecavelmente como uma vitrine. O cara errado, talvez possa dar umas escorregadas, mas nunca se importará em se sujar um pouquinho ou tomar um banho de chuva que não foi programado. E não precisa ter PHD pra saber que “se sujar faz bem”, não é?. O cara certo te levará sempre a bons restaurantes, o que não é ruim. Mas, o cara errado topa qualquer farofada com suas amigas e amigos, e isso não tem como viver sem. O cara certo é previsível: 1 mês bombom, 3 meses aliança, 1 ano viagem juntos. O cara errado é espontâneo: “1 encontro: vamos sair daqui e ver o sol nascer em Santos?”. E é quase impossível descrevê-lo, é um mistério não um roteiro. O cara certo se empenhará em perguntar pra suas amigas o que você gosta e quer ganhar de presente. O cara errado vai conversar tanto com você que vai saber o que te dar, mas eles geralmente são um pouco esquecidinhos. Mas, o “seu dia” não é todo dia? releva que nos outros dias, ele compensa.
O cara certo te fará sentir um frio na barriga de dar um duplo twist carpado no estômago. O cara errado te fará se sentir tão a vontade que te deixará em dúvida e você irá se perguntar “será que ele é o cara certo?”
E essa é a única diferença significativa entre eles: o cara errado existe. 
O cara certo, minha amiga, não vai nascer, pode parar de esperar ou procurar. O cara certo, perfeito, já foi descoberto por estudiosos do amor anos atras e que guardaram este segredo: ele é o cara errado.

Texto do dia 19.01 – 09:15 hr;

Se você gostou desse post, talvez também goste desses:

  • Bia Cortez

    Acabei vindo parar aqui. Seu blog é puro amor! Me deparei com essa fofura de texto e me identifiquei com essa parte: “O cara errado te fará se sentir tão a vontade que te deixará em dúvida e você irá se perguntar “será que ele é o cara certo?”

    • Isadora Ribeiro

      Oi Bia!! seja bem vinda e que bom que se identificou <3
      espero que goste do nosso cantinho :))) beijinhos!